Captação de Recursos, Modelos de Sucesso, Profissionalização, recursos, Sustentabilidade, terceiro setor

05 argumentos para você convencer o conselho da sua ONG a investir numa campanha de Nota Fiscal Paulista


Olá pessoal!

Hoje estamos compartilhando com vocês um ótimo artigo sobre campanhas de captação de recursos via programa Nota Fiscal Paulista. Desde a criação da lei que institucionalizou o programa, milhares de pessoas, empresas e organizações sociais se beneficiaram com recursos obtidos mediante a utilização de notas fiscais, havendo o repasse posterior para o interessado.

No estado de São Paulo trata-se de uma forma eficaz na arrecadação de recursos financeiros e permite, principalmente às Organizações Sociais, dar mais solidez aos seus projetos.

O artigo abaixo, escrito por Sylvana C Santos (Co Founder and Consultant – Soul Social – Ideias e Projetos), trás importantes orientações e dicas para que as ONGs possam utilizar este meio de captação pela sua importância na manutenção da sustentabilidade.

Veja a seguir o artigo:

post_soul social

Fonte: http://soulsocial.com.br/

Que tal um desafio, o de mudar a mentalidade da Diretoria/Conselho Deliberativo da sua ONG?

Esse seria um bom desafio para começar a traçar novas estratégias para 2016: colocar em prática novas atitudes que garantirão a sustentabilidade da organização e inaugurarão uma nova era, marcado pelo investimento em ações estratégicas.

Pela nossa experiência, não adianta apenas falar, será preciso demonstrar tanto a factibilidade desse caminho, quanto viabilidade econômica do projeto para que a ação seja aprovada na organização. E nada melhor que chegar bem informado e preparado para defender a proposta. Por isso organizamos esse post com 5 argumentos que te ajudarão a tirar essa ideia do papel.

Não estamos aqui falando de retórica, mas de ações concretas que podem ser iniciadas imediatamente sem comprometer seu trabalho, nem atrapalhar outros projetos que estão sob sua responsabilidade.

  1. Mapeia os players na sua região – faça um benchmark

Pela nossa experiência, as organizações estão abertas e dispostas a compartilhar seu conhecimento. Saia da zona de conforto e vá visitar algumas organizações que já implantaram a operação e têm números consolidados. Converse com os responsáveis, aprenda com seus erros e acertos e elabore um relatório mostrando a evolução dos números dessas organizações, a média de crescimento ao longo da campanha, o tempo que levaram para alcançar a meta e quanto hoje arrecadam de cupons.

Se possível, pegue depoimentos sobre o processo e os benefícios que os recursos trouxeram para a organização.

  1. Desenrole a documentação para habilitação da campanha

Certifique-se da elegibilidade da sua ONG no programa. Faça um checklist da documentação necessária e resolva eventuais pendências encontradas. Se ela já tem todos os pré-requisitos, faça o cadastro do CNPJ no portal da Secretaria da Fazenda sem compromisso.

Entre nesse site e veja quais documentos são necessárias para a habilitação da campanha e cadastre-se no programa. Não perca tempo. Isso não trará nenhum ônus, caso não seja utilizado.

  1. Mobilize um comitê de voluntários engajados

Você não será capaz de fazer tudo sozinho. Precisará de ajuda. Com quem você pode contar dentro e fora da organização para te auxiliar nesse caminho?

Mobilize outros colaboradores da organização dispostos a contribuir para essa inovação e também avalie a possibilidade de recrutar voluntários externos que apoiam a causa. Eles podem fazer parte de uma força tarefa e auxiliar na sua campanha, triando e separando os cupons para serem digitados.

Ao mobilizar pessoas no entorno de um objetivo específico que gerara resultados positivos você estará estimulando a organização na construção de um sentido comum.

Não esqueça de formalizar isso numa Declaração de Voluntariado, conforme modelos disponíveis.

  1. Faça projeções financeiras

Prepare uma planilha com projeções de investimento e arrecadação. Faça cálculos conservadores e compatíveis com a estrutura atualmente disponível. Veja esse exemplo abaixo, baseado em um caso real:

Considere ao menos o investimento nas urnas de papelão triplex, pois há algumas opções de softwares gratuitos no mercado que podem dar conta da digitação de cupons em um projeto piloto.

Duas pessoas implantando ao menos 08 pontos por dia, o que é factível, resultará em 320 pontos de arrecadação implantados em um mês.

Esses pontos trarão uma arrecadação (mínima) de 200 cupons cada, o que gerará uma arrecadação de aproximadamente 252 mil cupons em um mês. Projete numa planilha Excel com memória de cálculo, estime um ticket médio de R$ 32,00 para cada cupom e multiplique pela quantidade de cupons digitados e faça os cálculos considerando as taxas médias de conversão.

Valor total apurado para 320 pdvs com arrecadação média de 200 cupons semanais = 252 mil cupons mês, com ticket médio de R$ 32,00/cada.

Valor apurado estimado = R$ 8.064.000,00 considere perdas de 20% = R$ 6.451.200,00

Estimativa para prêmio (0,2% de conversão): R$ 6.451.200,00* 0,0020 = R$ 12.902,40.

Estimativa para o sorteio: R$ 6.451.200,00/ 100,00 * 0,10 = R$ 6.451,20.

Estimativa de valor total arrecadado: R$ 19.353,60

Projete esses números mês a mês, considerando o crescimento dos pontos de venda até o limite do seu objetivo de arrecadação.

  1. Elabore um Plano de ação

Elabore um plano de ação para a campanha de Nota Fiscal Paulista a ser entregue no momento da apresentação. Explicite tanto as ações de implementação, quanto de operacionalização de um projeto piloto. Não se esqueça de colocar prazos e responsáveis por cada uma das ações.

Faça uma projeção de ao menos 4 meses de operação e, se possível, aponte os próximos passos no caso de sucesso do piloto.

Considerações adicionais

Não se esqueça. A campanha de Nota Fiscal Paulista é um meio e não um fim. Negocie e tente defender a maior parte dos recursos para o uso em novos investimentos. Use parte para ampliar e profissionalizar a operação da campanha de Nota Fiscal Paulista e parte para investir em outras estratégias de captação mais arrojadas, desvinculadas de recursos públicos.

No próximo post falaremos um pouco mais sobre como montar esse piloto, mas estamos abertos para esclarecer os pontos tocados nesse post. Caso você tenha alguma dúvida, ou precise de mais detalhes, deixe seus comentários aqui.

Este post foi originalmente pulicado no Blog Soul Socia

Anúncios

Sobre Mrachid

O novo, o conhecimento, o desafio, são ferramentas para o crescimento espiritual, pessoal e material...

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Follow Instituto Sabedoria on WordPress.com

Digite seu e-mail e receba em primeira mão todos os assuntos postados em nossa página!

Junte-se a 69 outros seguidores

SOFTWARE FINANCEIRO ECONOMATO PARA ONGS. FAÇA UM TESTE GRATUITO POR 14 DIAS

SOFTWARE FINANCEIRO ECONOMATO PARA IGREJAS E INSTITUIÇÕES RELIGIOSAS

Sistema PagSeguro

Ao fazer esta opção você receberá um e-mail para acesso seguro do sistema. Obs: Quando o evento for divulgado via plataforma de eventos, a área de pagamentos será deles.

Sobre o Site

Este site é dedicado a oferecer informações e opções de ensino através das modalidades "Cursos Livres de Curta Duração, Cursos de Extensão e In Company e tem como principal objetivo capacitar a todos os envolvidos.

Páginas

%d blogueiros gostam disto: