internacional

Esta tag está associada a 3 posts

Seminário Internacional de Acessibilidade em Bibliotecas Públicas


Olá pessoal,

Compartilhando e convidando para evento.

FLYER-SEMINARIOfesp

Ótimo evento para vocês!

23 de abril – Dia mundial do Livro



Fonte: http://portaldovoluntario.v2v.net

Faz sentido que o Dia Internacional do Livro seja comemorado dia 23, pelo mundo afora. A data, estabelecida em caráter definitivo pela Unesco em 1996, homenageia dois gigantes máximos da literatura ocidental. O 23 de abril seria, por uma lenda repetida universalmente, o dia em que morreram, no mesmo ano, o espanhol Miguel de Cervantes (1547 – 1616), o inventor do romance moderno com Dom Quixote, e o inglês William Shakespeare (1564 – 1616), o inventor do humano, como o chama Harold Bloom.

Trata-se de uma das mais instigantes mitologias do universo literário, uma lenda que dota o terreno profano da literatura de uma data mágica ao estilo das Vidas de Santos (que antes eram muito mais comuns em livro). Dois dos pilares da literatura mundial viveram de fato na mesma época, mas a predestinação histórica que os teria feito partir ao mesmo tempo é ficção.

CONTINUE LENDO:

http://www.livrosepessoas.com/2012/04/23/curiosidades-23-de-abril-dia-mundial-do-livro/

Dia Internacional da Alfabetização, 8 de setembro de 2011


Fonte deste post: http://www.promenino.org.br

Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO, Irina Bokova, por ocasião do Dia Internacional da Alfabetização, 8 de Setembro de 2011
Este ano, o Dia Internacional da Alfabetização tem foco especial no relacionamento entre alfabetização e paz.

A paz duradoura fundamenta-se no respeito aos direitos humanos e à justiça social.

A alfabetização, base da educação e aprendizagem ao longo de toda a vida, constitui um desses direitos.

A alfabetização é pré-requisito para a paz, visto que acarreta vários benefícios nas esferas humana, cultural, social, política e econômica.

Na sociedade moderna, impulsionada pelo conhecimento, o analfabetismo é mais do que nunca sinônimo de exclusão e marginalização.

Segundo as estatísticas mais recentes, de 2009, 793 milhões de adultos carecem de alfabetização básica, a maioria mulheres e crianças. Mais 67 milhões de crianças em idade escolar não estão matriculadas e 72 milhões de adolescentes também estão sendo privados da educação, correndo o risco de se criar uma nova geração de analfabetos.

Essa situação inaceitável impede todos os esforços para reduzir a pobreza e estimular o desenvolvimento humano.

Ela representa um abuso dos direitos humanos e das liberdades fundamentais, além de ser uma ameaça à paz e à segurança internacional.

A alfabetização acelera o desenvolvimento e é uma força em prol da paz.

Primeiro, a alfabetização dá maior autonomia aos indivíduos, permitindo a capacitação e a confiança necessárias para buscar informações importantes e fazer escolhas esclarecidas, que têm impacto direto em suas famílias e comunidades.

Segundo, a alfabetização é condição imprescindível para que indivíduos participem de forma eficaz nos processos democráticos, tenham uma voz nas organizações comunitárias, ganhem conhecimento político e, portanto, contribuam para a formulação de políticas públicas de qualidade.

Em terceiro lugar, programas de alfabetização fortalecem a compreensão mútua ao permitir que pessoas compartilhem ideias, expressar, preservar e desenvolver a identidade cultural e a diversidade.
Nenhum país pode estabelecer condições duradouras para a paz caso não encontre meios de estabelecer confiança mútua entre seus cidadãos por intermédio de sistemas inclusivos de educação que promovam entendimento recíproco, respeito, tolerância e diálogo.

É fundamental integrar a alfabetização ao processo de construção de paz para plantar as sementes da paz, estimular diálogo e reconciliação e dar aos jovens e aos adultos a qualificação necessária para buscar um emprego digno.

O Prêmio Internacional de Alfabetização 2011 reconhece programas inovadores, que demonstram o papel central da alfabetização na promoção dos direitos humanos, da igualdade de gênero, resolução de conflitos e diversidade cultural. Todos os programas destacam que, até nas condições mais adversas, programas de alfabetização de boa qualidade funcionam e resultam em mudanças permanentes nas vidas de jovens e adultos.

Investir em programas de alfabetização é sensato bem como fundamental para o desenvolvimento. A Alfabetização é um componente chave dentre as estratégias para a promoção do desenvolvimento sustentável e a paz. É fundamental para o êxito da Educação para Todos e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

O mundo precisa, urgentemente, de maior compromisso político em relação à alfabetização, amparado por recursos adequados para aumentar os programas eficazes. Hoje, peço aos governos, às organizações internacionais, à sociedade civil e ao setor privado que priorizem a alfabetização, para que todos possam desenvolver seu potencial e participar ativamente da criação de sociedades justas, sustentáveis e pacíficas.

Fonte: UNESCO no Brasil

Follow Instituto Sabedoria on WordPress.com

Digite seu e-mail e receba em primeira mão todos os assuntos postados em nossa página!

Junte-se a 76 outros seguidores

OPORTUNIDADE INCRÍVEL! JIVOCHAT: A SOLUÇÃO PARA ATRAIR CLIENTES E PARCEIROS

RENDA EXTRA AFILIADOS JIVOCHAT

Sistema PagSeguro

Sobre o Site

Este site é dedicado a oferecer informações e opções de ensino através das modalidades "Cursos Livres de Curta Duração, Cursos de Extensão e In Company e tem como principal objetivo capacitar a todos os envolvidos.

Páginas

%d blogueiros gostam disto: